Loading...
Empresas

Como Calcular o Rácio de Autonomia Financeira

Rácio de Autonomia financeira defenição

O que significa a Autonomia Financeira de uma empresa?

O rácio de Autonomia Financeira (AF) indica qual a percentagem dos ativos que está a ser financiada por capitais próprios. Este é um dos indicadores mais utilizados na análise financeira e um dos critérios de elegibilidade do beneficiário para os programas de incentivo ao investimento do Portugal 2020.

Quanto mais próximo de zero for o valor obtido por este rácio, maior é a dependência da empresa fase aos capitais alheios. Quanto mais afastado de zero (por exemplo 0,4) mais sólida é a situação financeira da empresa.

 

Como se calcula o Rácio de Autonomia Financeira?

As variáveis necessárias para calcular o Rácio podem ser obtidas no Balanço da empresa. Para calcular a AF de uma empresa basta dividir o valor dos Capitais Próprios pelo valor do Ativo.

AF = Capitais Próprios/Ativo

 

Rácio de Autonomia Financeira Interpretação

Este rácio permite medir o grau de endividamento de uma determinada empresa. Quanto maior for a AF, maior será a parte das suas aplicações que está a ser financiada por capitais próprios e, como consequência, menor será a parte que está a ser financiada com recurso a financiamento externo ou dívida, ou seja, menor será o grau de endividamento da empresa.

 

Qual o valor ideal?

O valor ideal de Autonomia Financeira para uma empresa depende de vários fatores, tais como:

  • Objectivo da análise (bancos vs sócios ou acionistas)
  • Sector de atividade da empresa (industria, comércio ou serviços)
  • Tipologia de financiamento efectivo
  • Expectativa de ganhos por parte dos acionistas

Um valor aceitável pela generalidade dos gestores, para o rácio encontra-se entre 0.25  e 0.6.

 




Lei Também

O que é a Bitcoin?

Características de uma Sociedade Anónima

Dicas para transformar uma ideia num negócio

Comentários