Loading...
EmpreendedorismoEmpresas

Guia Para Abrir Empresa em Portugal 2018

Como Abrir Empresa em Portugal

Como Abrir Empresa em Portugal 2018

Tem uma ideia de negócio e considera que este é o momento certo para investir? Neste artigo, irá encontrar respostas para algumas das principais questões/dúvidas que surgem no momento de abrir empresa em Portugal.

 

1 – A ideia de negócio

Antes da abertura de uma empresa deverá elaborar uma memória descritiva ou plano de negócio que reflita todo o potencial do projeto. Se necessitar de financiamento, este documento é indispensável para o obter.

Na memória descritiva deverá analisar questões como:

  • Concorrência;
  • Preços de venda;
  • Serviços a prestar/Produtos a vender;
  • Custos da atividade (rendas, seguros, custos com pessoal, comunicações, eletricidade, etc) ;
  • Fornecedores;
  • Mercado potencial (Público alvo);
  • Investimento necessário;
  • Etc.

 

2- Como Abrir Empresa em Portugal 2018

 

Depois de devidamente delineada a ideia de negócio, e de aferida a viabilidade económico-financeira do projeto, o próximo passo será a constituição legal da empresa. Onde e como?

 

Através da Internet:

No Portal do Cidadão (https://bde.portaldocidadao.pt/) pode realizar várias operações, como criar uma empresa, fazer um pedido de nome de firma, registar uma marca, obter certidões, entre outras.

Para constituir empresa através da internet, é necessário o seu cartão de cidadão, os códigos do mesmo e um leitor de cartões.

 

Presencialmente:

Se preferir um apoio mais personalizado poderá abrir a sua empresa presencialmente através dos Balcões Empresa na Hora, disponíveis em várias cidades Portuguesas. Poderá consultar os contactos e moradas dos Balcões Empresa na Hora aqui!

Poderá deslocar-se a qualquer Balcão Empresa na Hora, independentemente do lugar da sede da empresa que pretende constituir.

 



3- Quais os tipos de empresas que se podem constituir?

A escolha da forma jurídica da empresa é um tema muito importante. No caso de não se sentir à vontade sobre o tema, deve procurar um contabilista ou consultores de gestão de forma a esclarecer as suas dúvidas, e decidir qual a forma jurídica melhor adaptada à realidade do negócio que pretende desenvolver.

De uma forma geral se pretender desenvolver atividade de forma individual (1 sócio) tem três opções:

  • Empresário em Nome Individual (não é necessário constituir empresa, basta abrir atividade nas finanças);
  • Sociedade Unipessoal por Quotas;
  • Estabelecimento Individual de Responsabilidade Limitada.

 

Na eventualidade de existir mais do que um sócio, terá de optar por uma das seguintes forma jurídicas:

  • Sociedade por Quotas;
  • Sociedade Anónima;
  • Sociedade em nome Colectivo;
  • Sociedade em Comandita;
  • Cooperativa.

 

Relacionado: Características de uma Sociedade Anónima

4 – Documentos necessários para abrir empresa em portugal

 

Para constituir uma nova empresa serão necessários os seguintes documentos:

  • Cartão de cidadão;
  • Certificado de Admissibilidade (se pretender um nome de firma especifico);
  • Pacto social (poderá usar um modelo pré-existente disponibilizado pelos serviços Empresa na Hora).

 

Depois de concluído o processo legal de abertura, o empresário receberá os seguintes documentos:

  • Pacto Social;
  • Código de acesso à certidão permanente válida para três meses;
  • Código de acesso ao cartão electrónico da empresa. O cartão da Empresa será enviado para a morada da sede social;
  • Número de Segurança Social e número de Identificação Fiscal da Empresa.

 

5- Custo de abrir empresa em portugal

 

Abrir Empresa em Portugal, em 2018 tem o custo de 360 €. Este valor inclui o registo comercial e as publicações associadas à constituição da sociedade, e deve ser pago no momento em que constitui a empresa. Se pretender um nome especifico para a firma, acresce o valor de 70 € para o certificado de admissibilidade que terá de ser solicitado previamente.

No caso de existirem imóveis associados à constituição da empresa, este valor pode aumentar. Pode obter mais informações sobre possíveis custos adicionais no Instituto dos Registos e do Notariado (IRN).

 

6 – Custos após a abertura da empresa

 

Para além dos custos normais de funcionamento da empresa, deve contar com outros custos, dos quais destacamos:

  • IRC –  17% até 15.000 euros sobre o lucro tributável e 21% quando superior;
  • Derrama – a taxa da derrama poderá chegar aos 1,5% sobre o lucro tributável. Este é um imposto municipal;
  • IVA – 23%, 13% ou 6% de acordo com o tipo de bens ou serviços;
  • Taxa Social Única – 23,75%. Esta taxa é calculada sobre o valor dos salários dos trabalhadores.

 

7 – Contactos úteis

 

IRN – Instituto dos Registos e Notariado: Tel. 211 950 500. Para contactos do estrangeiro +351 211 950 500.

DGAE – Direção-Geral das Atividades Económicas: Tel. 21 791 91 00. Para contactos do estrangeiro +351 217 919 100.

IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, I. P.: Tel. 213 836 000. Para contactos do estrangeiro +351 213 836 000.

IEFP – Instituto do Emprego e Formação Profissional: Tel. 300 010 001.

 




Leia Também:

Franchising o que é?

Características de uma Sociedade Anónima

Como Calcular o Rácio de Autonomia Financeira

Comentários